quinta-feira, 3 de agosto de 2017

terça-feira, 4 de julho de 2017

domingo, 7 de maio de 2017

5o Sulamericano foi um grande sucesso.

Leia o Boletim

segunda-feira, 5 de dezembro de 2016

O 4o Brasileiro do ITFR teve 32 jogadores

 Campo Grande abraçou o ITFR

Realizado entre os dias 11 e 14 de novembro, o 4o Brasileiro foi um sucesso. O RC de Campo Grande Norte - MS - D 4470, através do seu Presidente João Gicomini, o rotariano Paulo Sorato, Diretor do Torneio e todos os associados do clube, receberam a família tenística rotaria de braços abertos.
Ofereceram uma extensa e maravilhosa programação, onde todos puderam desfrutar da bela cidade de Campo Grande.

 Dia 11, à noite foi realizado um jantar festivo de gala, que contou com a presença dos governadores José Lofti Correa, Antonio Gonçalves, Marcos Franco, vice presidente do ITFR, Rita Lofti, Governadora Assistente, do tenista rotariano gaucho Kayser, um dos mais antigos do grupo, que puderam falar sobre a importância do envento para o projeto End Polio Now.


90 convidados participaram do jantar de abertura, entre os jogadores, familiares, associados do RC de Campo Grande Norte e convidados.
Mesmo impedido de comparecer, o atual Governador do Distrito 4470, Hermes Rodrigues, se fez representar e fez questão de colaborar com as camisas do torneio.
 



A chuva até ousou interferir na realização do torneio mas devido as boas condições das 3 quadras cobertas na sede de campo do Rádio Clube de Campo Grande os jogos puderam ser realizados com tranquilidade e dentro da programação.

Foram 52 jogos realizados em 3 dias nas categorias de simples, masculino e feminino, duplas masculino e feminino e a surpreendente dupla mista que contou com 12 equipes.
Com 32 jogadores, esta edição superou a anterior realizada em Canela RS em 2015. A cada ano tem crescido o número de participantes. A primeira edição em Olímpia foram 16.


O símbolo do torneio foi o TUIUIU, que emprestou sua imagem para os troféus e camisas do torneio, elaborado por marcos (Tainá) Guimarães, que também foi o supervisor técnico. Marcos, além de receber muitos elogios, ofereceu seus serviços de forma voluntária e foi fundamental para o êxito da competição.
A foto com os participantes mostra o clima de companheirismo que reinou durante todos os dias.
Os resultados foram os melhores possíveis: muito companheirismo, novas amizades, muitos jogos de tênis e uma contribuição de US$ 3 mil para o projeto END POLIO NOW.


 3 dias antes do torneio iniciar, parte dos jogadores puderam desfrutar das belezas de Bonito.

Passeio nas cachoeiras
 
Gruta azul

Buriti



sábado, 29 de outubro de 2016

4o Brasileiro é notícia na mídia de Campo Grande

Rotary Clube realiza Brasileiro de Tênis para arrecadar recursos para projetos sociais

Marcos Guimarães e Paulo Sorato Foto: André de Abreu

A disputa será realizada de 12 a 14 de novembro

Campeonato realizado por meio de parcerias com objetivo de colaborar com um dos projetos principais do Rotary Clube, visando a erradicação da poliomielite no mundo, rotorianos deram os primeiros passos e reuniram organizadores voluntários para realizar o 4º Brasileiro de Tênis para Rotarianos em Campo Grande.

De acordo com o diretor do torneio, Paulo Sorato, a abertura oficial dos jogos será realizada no dia 11 de novembro, com um jantar especial para os participantes e familiares no bife Le Tuque.

No sábado (12), os jogos começam a partir das 8 horas nas quadras do Rádio Clube Campos, com entrada franca. Os atletas que estarão na disputa são rotorianos e pagam uma taxa de R$ 330 para participar da disputa.

O árbitro Marcos Guimarães, que também atua como organizador voluntário da disputa, explica que cerca de 32 atletas rotaryanos já confirmaram participação até o momento e se dividem nas categorias de Simples masculino e feminino, dupla masculino e feminino e misto masculino e feminino. A categoria misto conta com uma dupla formada por um homem e uma mulher.

Rotary Clube
Conforme Paulo Sorato, o principal objetivo do grupo, que foi criado em Chicago por três trabalhadores, é reunir profissionais do mercado para prestação de serviço a comunidade. "No Rotary tem o engenheiro, tem o médico, é um clube aberto, que tem uma reunião por semana, as pessoas vão lá, tem em Campo Grande 8 clubes, cada cidade tem uma representação. Três pessoas se reuniram para aumentar a auto estima das pessoas e agora está no mundo todo. 1.200.000 milhões de sócios no mundo todo, um ajuda o outro na medida do possível ".

O grupo possui um símbolo na entrada de cada município, dando a oportunidade para aqueles que chegam em outros locais, de fazer contato com novos rotarianos. "Na entrada das cidades tem um símbolo, que significa que ali tem um Rotary e tem reuniões, você viaja e conhece um novo representante, um médico, um dentista, um engenheiro".

Paulo ressalta que a criação do Rotary colabora com o desenvolvimento de cada município. "Ajuda a desenvolver a cidade, temos muitos projetos para apoiar uma creche, uma escola, temos muitos projetos sociais. Fundação mundial que arrecada dinheiro no mundo todo e faz alguns projetos, o projeto principal do Ratary é acabar coma poliomielite no mundo. Com vacinas, a poliomelite já foi um grande problema no Brasil e até com a ajuda do Rotary, isso acabou. Locais onde a vacina não consegue chegar, conseguimos levar".

topmídia news - 29/1012016

 

quinta-feira, 15 de setembro de 2016

domingo, 10 de julho de 2016